A loucura me sublima

25
Nov 10

Ando pensando em largar de tudo.
Trabalho, família, arte, do mundo real... de mim mesmo.
Afiar as asas, viajar para as estrelas.
Deitar pelos campos de luzes, sonhar nova vida.
Purificar a minha essência, libertar a minha liberdade.
Acreditar no pássaro verde, no pote de ouro no fim do arco-íris.
Transformar-me em névoa...
E como fina película de frágil e limpíssima vida preencher o mundo de clara e perfeita harmonia.
Como uma profunda melodia no silêncio da noite.
Como um calmo rio de água cristalina.
Como uma nova vida oferecendo vida.
Como outra coisa que de mim se desprendeu e me elevou à condição de essência da vida.
Que é o que interessa aos loucos.
Só aos loucos! 

Publicado por Antonio Medeiro às 07:11

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
26
27

28
29
30


Pesquisar
 
Comentários recentes
Gostei muito do texto! Parabéns!
...''Novamente vou partir à procura da felicidade....
"Tu és pó e ao pó "reverteres" Em verdade é só iss...
Meu amigo, se deixar-mos a vida nos levar, poderem...
Gostei do novo visual do blog... E tenho gostado s...
Posts mais comentados
2 comentários
2 comentários
1 cometário
blogs SAPO