A loucura me sublima

08
Jul 10

Antes de mais nada, quero dizer:
Não sou o cara certo para o meu papel no mundo.
Penso que deve ter existido centenas de candidatos e...
Aqui estou!
Completamente desprovido de qualidades para o cargo que ocupo.
Eu não sei ser feliz.
Não sou coerente.
Sou um grande idiota.
Não existe um minuto na minha vida que eu concorde com nada.
Não consigo ser um cara equilibrado.
Não amo nem odeio ninguém.
Acho o ser humano um saco.
E, na porrada, tenho que ser tudo isso que não sou.
Por que mereci esse castigo?
Quisera eu não ter nascido como coisa palpável.
Quisera eu viver no limbo entre o ser e o não ser.
E dançar um samba com a mulher invisível.
Ao som da orquestra dos anjos rebeldes.
Na ante-sala do bordel do diabo.
Amém!

Publicado por Antonio Medeiro às 09:58

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
30
31


Pesquisar
 
Comentários recentes
Gostei muito do texto! Parabéns!
...''Novamente vou partir à procura da felicidade....
"Tu és pó e ao pó "reverteres" Em verdade é só iss...
Meu amigo, se deixar-mos a vida nos levar, poderem...
Gostei do novo visual do blog... E tenho gostado s...
Posts mais comentados
2 comentários
2 comentários
1 cometário
blogs SAPO
subscrever feeds