A loucura me sublima

06
Mai 11

Apesar de estar com o saco cheio da vida, ainda continuo por aqui.
E componho na madrugada o hino do anjo caído.
À minha volta, o inferno está em festa.
O diabo, com o diabo no corpo, orquestra o rock anunciando o final dos tempos.
Querubins penetras esmagam furiosamente as cordas das suas harpas.
O rock infernal e o meu hino se misturam em perfeita harmonia pela cidade em chamas.
E estou em estado de graça:
Aberto como uma ferida.
Bêbado sem ter bebido.
Cheio sem ter comido.
Morto sem ter morrido.
Decaído.
E o diabo gosta... e se anima!
O solo da sua guitarra é agora o meu hino.
Está cumprida a minha sina.

Publicado por Antonio Medeiro às 13:27

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Pesquisar
 
Comentários recentes
Gostei muito do texto! Parabéns!
...''Novamente vou partir à procura da felicidade....
"Tu és pó e ao pó "reverteres" Em verdade é só iss...
Meu amigo, se deixar-mos a vida nos levar, poderem...
Gostei do novo visual do blog... E tenho gostado s...
Posts mais comentados
2 comentários
2 comentários
1 cometário
blogs SAPO
subscrever feeds