A loucura me sublima

28
Out 09

Primeiro vou tirar a máscara 258, aquela que a gente finge ser o que não é.
Depois vou colocar a máscara 473, aquela que eu deixo de ser o que não sou.
Ai coloco a máscara 189, aquela que eu volto a ser o que não quero.
A 738 me leva à distorção da realidade e me faz brincalhão.
E começo a brincar de múltiplas personalidades.
E começo o jogo que a 99 gosta muito.
Pego minha coleção de máscaras e as coloco aleatoriamente.
A 78 esconde o meu egoísmo.
A 257 disfarça o meu ciúme.
A 39 constrói a minha felicidade.
A 44 tranquiliza o meu orgulho.
A 10 me deixa corajoso.
A 800 me faz sentir homem.
A 150 me deprime, me devolve  à realidade.
E volto a colocar a máscara 1.
Essa que você conhece e que eu uso todos os dias.
Aí a brincadeira perde a graça!
E eu coloco a máscara 2, que me faz camaleão.

Publicado por Antonio Medeiro às 08:23
Música: Variada

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


Posts recentes

Máscaras

Pesquisar
 
Comentários recentes
Gostei muito do texto! Parabéns!
...''Novamente vou partir à procura da felicidade....
"Tu és pó e ao pó "reverteres" Em verdade é só iss...
Meu amigo, se deixar-mos a vida nos levar, poderem...
Gostei do novo visual do blog... E tenho gostado s...
blogs SAPO